INDIQUE ESTE BLOG!

22 março 2010

A TORMENTA VAI PASSAR


A tormenta revela a fragilidade

Escondida no âmago d'alma

As nuvens anunciam a tempestade

Lá se vai à serenidade...

O coração cheio de temor

Durante o caminhar na noite escura

A chuva fria; o temporal me assusta

Relâmpagos, raios, trovões e granizo

Tudo é muito estranho, esquisito

É o poder da tormenta na tempestade

Sufoco n’alma a força do grito

A chuva se mistura às minhas lagrimas

Indefeso, procuro e não encontro

Abrigo, amigo, e, a tempestade continua

A dor atravessa o peito, atinge à alma nua

Que inunda de angústia, medo e tristeza

Estou só, o que será de mim?

O vale é sombrio, chão escorregadio

Não tenho forças para seguir em frente

Sem rumo, sem destino, o que fazer?

Com a voz embargada, joelhos trêmulos

É o fim. Lá se foi o amanhecer!

No meio da tormenta, ouço uma voz:

-Filho, estou aqui.

Eu tenho o meu caminho na tormenta

Eu tenho o meu caminho na tempestade

Não tenha medo, acalenta-te

Sossega o seu coração, o amanhã vai chegar

Você nasceu para vencer

E ninguém vai te deter!




Pastora Ademilde
Inspiração em Naum 1.3